Postagem em destaque

Qual é a diferença da Missa diária para a Missa dominical?

Dizia o famoso orador romano, Cícero, que “a história é mestra da vida” (na obra De oratore, II, 9,36). Trata-se de uma sábia indicação que...

Follow by Email

Inicio » » O Batismo de Jesus (Mc 1,7-11) nos ensina

O Batismo de Jesus (Mc 1,7-11) nos ensina

19 de outubro de 2017

Sempre que falamos sobre o Batismo de Jesus, partimos de um questionamento certeiro: Jesus precisava ser batizado?
        Naquele tempo, o batismo (que significa "imersão") era um rito que simbolizava a conversão, a passagem para uma vida nova, que só poderia ser feita após o arrependimento sincero dos pecados cometidos. Por isso, a pessoa era completamente afundada na água, e em seguida deveria emergir voluntariamente, sendo assim lavado (purificado) de seus pecados.
        Se Jesus não tinha pecado, não teria necessidade de ser "purificado". No entanto, Ele quis ser batizado por João Batista. A pergunta natural que vem na seqüência é: Por que Jesus quis ser batizado?
        Primeiro devemos levar em consideração o que Ele mesmo disse: que deveria se cumprir todo o projeto do Pai. Mas então por que esse batismo fazia parte dos planos do Pai? Para essa pergunta nós só podemos propor algumas respostas... Mas todas irão partir do mesmo ponto: O Batismo de Jesus aconteceu para que nós tirássemos alguma lição prática para as nossas vidas.
        E por fim vem a pergunta mais importante do dia: O que Jesus queria nos ensinar ao querer ser batizado por João Batista? Algumas palavras poderiam responder esse questionamento:
        Humildade... Mesmo sendo mais importante que João e do que todos os que se batizavam ali (e ambos sabiam disso), Jesus se igualou aos pecadores. Quantas vezes nos consideramos superiores aos outros, e não aceitamos passar pelo mesmo que outras pessoas precisam passar?
        Segurança... Jesus sabia que ser batizado não faria com que Ele perdesse a sua majestade e poder. Quantas vezes nos privamos (ou privamos outras pessoas) de algo, por pura insegurança? Temos medo de perder a autoridade, o respeito, ou até a posse de algo ou alguém! Jesus nos ensina que o que é dado por Ele, ninguém tira.
        Obediência... Se o Batismo estava nos planos do Pai, então deveria ser cumprido. Da mesma forma devemos nos manter obedientes ao que Ele nos recomendou: Amar a Deus sobre todas as coisas, e amar ao próximo como a si mesmo.
        Após o Batismo, contemplamos uma das situações da Bíblia em que estão representados o Pai (a voz vinda do céu), o Filho (Jesus, em carne e osso) e o Espírito Santo (a pomba que desce sobre Jesus). É a festa no céu e na terra para comemorar o início da vida pública e do anúncio do Evangelho a todos os povos!
        Que o Batismo de Jesus nos inspire a sermos mais humildes, seguros e obedientes à vontade de Deus nas nossas vidas. Amém.
 POR: Professo Carlos Eduardo









Anterior Proxima Página inicial